O PAPPO – Programa de Acompanhamento de Produção Poética consiste numa modalidade livre de formação oficinal, destinada a quem gosta de escrever poesia e deseja a sua produção poética comentada e criticada de forma regular.

O PAPPO propõe ao formando que envie ao Coordenador um ou mais poemas com a periodicidade de duas semanas. Os textos poéticos constituir-se-ão como peças de diálogo crítico que merecerão por parte do coordenador uma análise incisiva e criadora de contexto que se baseará (a) na análise formal, rítmica e imagética, (b) na verificação de isotopias e dos temários explorados gerados (c) e ainda na observação das potencialidades demonstradas e, naturalmente, na proposta de rescritas e intertextualidades que se revelem apropriadas.

Os textos poéticos a trabalhar no PAPPO deverão resultar de escrita doméstica frequente. Dessa oficina pessoal, será enviada, na periodicidade definida pelo PAPPO, uma síntese que condense os materiais trabalhados. Os textos enviados não deverão, pois, ultrapassar 300 palavras (faça-se notar que este limite é somente indicativo).

O tempo de duração do PAPPO depende do formando, podendo actualizar a propina mensalmente durante o tempo que desejar.

Modalidades:
– Propina Anual: 400€/ano.
– Propina Semestral: 240€/semestre (prestação inicial de 240€; pagamento dos restantes 240,00€ ao 6º mês).
– Propina Mensal: 50€/mês (prestação inicial de 200€, correspondente a 4 meses de propina; pagamento mensal de 50€ entre o 5º e o 12º mês).

Testemunhos
Este curso tem-me permitido obter um acompanhamento crítico regular e objectivo da minha produção. Ao submeter, quinzenalmente, os meus textos obtenho, de imediato, uma análise crítica, informada e profissional, que me ajuda a ter uma percepção do impacto dos mesmos junto de quem lê.
Pedro Loureiro

Foi uma riquíssima experiência. Eu só pretendia uma opinião de alguém conhecedor, sobre as minhas coisas e a do Prof. Luís Carmelo, como de resto acontece em todos os comentários que me foi fazendo ao longo dos anos, não me defraudou seja de que modo for e estamos a falar de uma área plena de subjectividade e alcance.
Alfredo Taborda

————————————————

Informações >>

Inscrições em Serviços >>

Pagamentos >>