Mário Cláudio é, sem dúvida, um dos nomes maiores das nossas letras. É autor de cerca de 46 obras, entre ficção, poesia, teatro e ensaio. Revelou-se inicialmente enquanto poeta, através do volume “Ciclo de Cypris” (1969). Todavia, viria a destacar-se, sobretudo, como romancista e ensaísta. Recebeu, por duas vezes, o Grande Prémio de Romance e Novela da APE, em 1984 (“Amadeo”) e em 2014 (“Retrato de Rapaz”). Venceu, também por duas vezes, o Prémio P.E.N. Clube Português de Novelística, em 1998 (“O Pórtico da Glória”) e em 2007 (“Camilo Broca”). Em 2008, foi galardoado com os prémios Vergílio Ferreira e Fernando Namora. Foi condecorado com a Ordem de Sant’iago de Espada (2000) e galardoado com o Prémio Pessoa (2004), duas das mais elevadas distinções em Portugal. Os livros “O Fotógrafo e a Rapariga” (2015) e “Astronomia”, ambos publicados pela Dom Quixote em 2015, são as suas obras mais recentes. No dia 18 de Março, estará de regresso à Rua do Possolo, para uma das sessões mais esperadas dos Cursos Ícone VIII.

Mais informação:
http://escritacriativaonline.net/autores/mario-claudio/
http://escritacriativaonline.net/cursos/icone/i08/