ECON_PasseiosI-28mai_2016

I. A GÉNESE DE LISBOA – do Terreiro do Paço ao Chiado (28 de Maio, 10h30-16h30)

A génese de Lisboa desde a sua fundação, com intromissão dos escritores e das suas personagens. Desde a sua fundação e durante séculos, Lisboa viveu sob o espectro dum possível ataque às suas riquezas; por isso foram construídas muralhas à sua volta, até à cerca Fernandina. Só os descobrimentos provocam uma expansão com preocupação urbanística e a obsolescência das muralhas. O terramoto de 1755 é pretexto para um redesenho urbano, do medieval mediterrânico para um traçado ortogonal de que é paradigma a Baixa.

– O Terreiro do Paço, palco da Lisboa dos descobrimentos, desde a construção do palácio real e dos armazéns das mercadorias vindas de África e do Oriente.
– A Ribeira das Naus, símbolo de uma Lisboa de costas viradas para o Tejo.
– O Cais do Sodré, até há bem pouco, porto, local de marinheiros, de bares, de estalagens e de hotéis.
– A praça do Município, local histórico da existência da Patriarcal e da Casa da Ópera (perecidas no terramoto), e da proclamação da República.
– A muralha Dinisina.
– A Praça do Comércio da Lisboa reconstruída: o regicídio; o Martinho da Arcada, de Pessoa, de Almada, do Orfeu.
– Uma igreja mal conhecida, cheia de história.
– Os métodos da reconstrução pombalina; a relação com a Lisboa romana.
– O elevador de Santa Justa; sua função urbana.
– O largo do Carmo, a sua igreja e a revolução que trouxe a liberdade.
– O Chiado encontro de gerações de escritores; a reconstrução do século XX e Siza Vieira.

A propósito dos locais do percurso, serão evocados os escritores (eles próprios, os seus heterónimos, as suas personagens) que aqui viveram e mencionadas as obras relacionadas. Entre outros (referindo apenas os que já nos deixaram, mas também falaremos dos vivos):

Fernando Pessoa, cujo quotidiano se passava entre a Baixa e o Chiado, onde nasceu.
Luís de Camões, conhecedor da astronomia, descritor de costumes na Lisboa do seu tempo (nas suas cartas), aprisionado na cadeia do Tronco.
José Saramago, cujas personagens se movimentam em locais deste trajeto.
Almada Negreiros, frequentador do Chiado e da Brasileira e do Martinho da Arcada.
António Alçada Baptista, autor do livro Um Passeio por Lisboa.
Eça de Queiroz: as suas personagens (Carlos da Maia, Eduarda, João da Ega, Basílio e outros) e ele próprio movimentaram-se em vários locais deste percurso.
José Cardoso Pires, por Alexandra Alpha e pelo seu Lisboa, Livro de Bordo.
Nuno Bragança: o centro de Lisboa é palco do percurso do protagonista de A Noite e o Riso.

Evento Facebook:
https://www.facebook.com/events/1213004678712701/

Pode inscrever-se nos passeios literários utilizando o formulário disponibilizado para o efeito ou, no caso de ter mais alguma questão relacionada com os passeios ou de desejar mais informação, basta entrar em contacto connosco. No caso de inscrições, após efectuar o preenchimento do formulário, basta proceder ao respectivo pagamento.

————————————————

Passeios Literários por Lisboa >>

Mais Informações >>

Inscrições >>

Pagamentos >>