ECON_CI5_RCMartins1_600x600 ECON_CI5_600x600

Cursos:
(I.05) Cursos Ícone V – Crónicas e Outras Escritas (20 de Fevereiro, 2016).

Bio:
Rui Cardoso Martins nasceu em 1967, em Portalegre. É jornalista, cronista e escritor, tendo-se licenciado em Comunicação Social na Universidade Nova de Lisboa. Colabora com o jornal Público desde a sua fundação. Manteve a coluna “Levante-se o Réu” entre 1990 e 2007 e, actualmente, assina a crónica “Personagens de Ficção” para a mesma publicação. O seu romance de estreia, “E Se Eu Gostasse Muito de Morrer” (Dom Quixote, 2006), foi alvo de edições em Espanha e na Hungria. Seguiram-se os romances “Deixem passar o homem invisível” (Dom Quixote, 2009), “Se fosse fácil era para os outros” (Dom Quixote, 2012) e “O osso da borboleta (Tinta-da-china, 2014). A colectânea de crónicas “Levante-se o Réu” (Tinta-da-china, 2015) é o seu livro mais recente. Foi premiado com o Grande Prémio de Romance e Novela, da APE/ Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas, em 2009. Recebeu, por duas vezes, o Prémio Gazeta, atribuído pelo Clube de Jornalistas. É sócio e fundador das Produções Fictícias. Enquanto argumentista trabalhou nos programas “Contra-Informação”, “Herman Enciclopédia”, “Conversa da Treta” e “Sociedade Anónima” (RTP). É co-autor dos argumentos dos filmes “Zona J” (de Leonel Vieira) e “Duas Mulheres” (de João Mário Grilo).