ECON_CP_600x600_ACCaeiro

Cursos:
(J.18) Seminário de Tradução de Latim | 16 semanas (presencial)

 

Bio:
António de Castro Caeiro (Lisboa, 1966) é professor universitário, ensaísta e tradutor. Obteve o grau de doutor em Filosofia Antiga com a tese “A Areté como possibilidade extrema do Humano, fenomenologia da práxis em Platão e Aristóteles” (1998), pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) da Universidade Nova de Lisboa (UNL). Ensina na FCSH desde 1990, dedicando-se à Filosofia Antiga e à Filosofia Contemporânea e, em especial, ao trabalho de autores como Edmund Husserl, Max Scheler e Martin Heidegger. Estudou em Freiburg i. Br. (com F.-W. von Herrmann) e foi Visiting Scholar na University of South Florida (onde colaborou com Charles Guignon). Ministra seminários de tradução de textos de teor filosófico em alemão, grego antigo e latim. Traduziu do grego obras como “Ética a Nicómaco de Aristóteles” (Quetzal, 2004) e “Píndaro – Odes Píticas para os Vencedores” (Prime Books, 2006). Foi responsável pela tradução do Latim de “São Paulo: apocalipse e conversão” (Aletheia, 2014). Em 2015, publicou o ensaio “Um Dia Não São Dias” (Abysmo).
http://antoniodecastrocaeiro.blogspot.pt/